quarta-feira, junho 16, 2004

Nunca imagine que não ser diferente...

1ª Hora do 4º Dia- Antes de dormir, achei por bem comer aquela banana com orégano pois, isso parecia ajudar em minhas visões.Não deu outra.”Iquiene” surgiu de novo e falou mais que nunca.Então pude esclarecer os pontos obscuros da trama. Eu perguntei, por exemplo, por que só eu o via e mais ninguém. Ele disse que no momento certo todos da banda o veriam; e daí juntaríamos todas as peças do quebra-cabeça. Havia muitas outras perguntas,como: o que significavam aquelas fotos? Nós nem tínhamos nascido na época em que elas foram tiradas (shows de rock nos anos 50, Woodstock etc.), e ainda éramos crianças nos anos 70! E sobre o resto do conteúdo dos baús (instrumentos e mapas estelares e tudo mais)? O que tínhamos a ver com tudo aquilo, cacimba?!
Começando do início."No princípio era o Verbo..." heh,brincadeira!
Ele me falou:” Tatã, olhe bem para essas palavras...Se reparar bem, elas formam um nome!” E, de fato, se pegarmos as iniciais de “ Réplicas de Ancestrais VENusianos dos Atlantes” teremos a palavra “RAVENA”!!!
Ele continuou: “Vocês são descendentes na verdade de uma raça de origem extra-terrestre que viveu na Atlândida pré-cataclisma...” E eu consternado: “Puta que pariu, não sacaneia?!” “São representantes de um povo extremamente pacífico e criativo, cheio de poetas e artistas apreciadores do proto-Rock!!” “Quer dizer que já havia rock naqueles tempos?”Indaguei. “Sim!” Disse ele, singelamente “Iih, caaralho!!” Disse eu, singelamente.Ele passou a descrever então como a Atlântida afundou, na sua guerra contra outro povo de “Mu” e teve de se abrigar no fundo da Terra (onde o Rick Wakeman e o Júlio Verne já estiveram!). Disse que nos perpetuávamos de geração em geração, através do tempo e que nossa missão na superfície é garantir o crescimento harmônico do planeta através do Rock das Esferas! Assim, aqueles caras nas fotos eram na verdade nossos irmãos mais velhos tentando ajeitar as coisas por aqui. Mas o povo de “Mu” ainda está na ativa e sempre fez de tudo pra evitar isso. Tentaram acabar com Beethoven, deixando surdo e com Mozart também (sim, eles eram dos nossos)!
Explicou então que o Ravena existe há muuito tempo, tendo usado a distorção de guitarras muito antes do nosso velho amigo Jimmy.”Eu sou o responsável por vocês levarem o bom rock às pessoas.Mas a gente de “Mu” incentiva o que é mau.Quem vocês acham que inventou o funk, o pagode e o Black Metal?” A banda chegou a fazer shows em Londres, EUA, Brasil e Argentina durante toda a 2ª década do século XX, tocando com gente famosa como: Beatles, Free, Led, Purple, Gênesis, The Who, Black Sabbath e muitos outros (nosso estilo permitia atrair platéias de gostos bem variados). Mas os poucos registros que sobraram estavam contidos naqueles baús, porque o pessoal de “Mu” sempre conseguiu evitar que lançássemos um Lp sequer e nos tornássemos realmente famosos. E ainda por cima, conseguiram dissolver todas as formações ao longo dos anos, apagando qualquer vestígio de nossa existência como banda.
Mas “Iquiene” comentou que agora pode ser diferente. A última reunião do Ravena foi uma das poucas a contar com todos os 6 integrantes provindo do continente desaparecido e que não foi esquecida completamente! Isso quer dizer que pode ter chegado a hora de finalmente cumprir nosso destino!!!
Sei que é difícil de acreditar. Mas vocês comprovarão por si mesmos. Felipe, essa noite mesmo você pode receber uma visita inesperada. Se ela estiver de capuz não se assuste...
Ah!Ao partir,"Iquiene" me disse que o Michael é descendente dos Ibas do Nordeste de Alfa-Centauri, a 1ª estrela à direita no céu, onde o povo é um tanto estranho, não gosta de banda cover e costuma visitar outros mundos parar tirar fotos!!!