domingo, junho 13, 2004

Ravena-A banda que mudaria a cara do Rock- parte I

- Ainda no distante ano de 1991, quando terminava o meu 2º grau, fui chamado por Daniel “Ruivo Hering” pra integrar sua banda (ainda sem nome) como 2º guitarrista. O 1º, no caso, era um velho conhecido de velhos festivais, Felipe Oliveira (o ômi d’O Barroso).Aceitei o convite bem mais tarde, em 92, e fui assistir a um ensaio na casa do “Modesto” (que conheci através do Miltão “Metal”). Fui logo de cara jogado às feras, tendo que mostrar o que sabia. Toquei algumas músicas do Iron e do Malmsteen e passei no teste. Mais tarde, Felipe confessaria que tivera uma impressão ruim pela minha estranha palhetada. Acho eu só consegui sua confiança quando mostrei a música que fiz ainda na 1ª semana no grupo: “The One Dream- God” (que chamávamos de “O Homem de Bigode”). Nessa época, ainda discutíamos o nome da banda. Morgana e Sinner Angel (argh!) eram alguns dos cotados.Até que o”Ruivo”chegou com “Ravena” e, por falta de idéia melhor, ficou sendo esse mesmo !
- A formação era: Felipe (gt), Daniel (bt), “Caniggia” (voz), Robson (bx) e eu (claro). Esta durou pouco tempo, pois Robson foi substituído por Ângelo (Sanskrit). Então, o maluco do “Ruivo” inscreveu a gente no Festival de bandas do Aliados sem tempo para ensaiarmos! E ainda por cima, resolveu abandonar o grupo às vésperas do que seria nosso 1° show!!! Mas acabou tocando com a gente no dia e com o Brutal Symphony. Eu me apresentei com o Ravena e o Earthquake (a pior banda da história! haha). As outras bandas foram : Cancro, Sanskrit e Crepúsculo (que ganhou). Nós ficamos em 2º lugar (não por que merecêssemos, mas porque usávamos menos distorção)!! Vencida a 1ª prova de fogo, tínhamos de encontrar outro batera e, também, outro lugar de ensaio.



Foto da banda no cemitério !!!