sexta-feira, julho 02, 2004

Olhar contemplativo

Se o meu mestre de violino era um sujeito meio maluco, a assistente dele também não tinha lá muito a cabeça no lugar...