segunda-feira, agosto 30, 2004

Bem-aventurados os narigudos!

Essa é uma frase que gerou uma divertida discussão no filme do Monty Python chamado "A Vida de Brian". Em tempos de eleição, em vez de aturar os comediantes costumeiros, parece-me bem melhor relembrar as sandices mais saudáveis desse fabuloso grupo de humor inglês!
Sempre interpretando diversos personagens numa mesma história, os caras tinham um estilo inconfundível e que ficou imortalizado no filme supra-citado e no maravilhoso "Em Busca do Cálice Sagrado" (do qual falarei em uma outra oportunidade) .
"A Vida de Brian" conta a história de um cara (Brian, é lógico) que nasce nos tempos de Jesus e segue uma vida paralela à dEste. São memoráveis as cenas dos 3 Reis Magos, do apedrejamento (onde mulheres não podem participar ), do sermão da montanha (ouvido à distância), do Brian pixando os muros da cidade e sendo surpreendido por um romano (que lhe ensina a forma correta de escrever em latim... contra os romanos!), do imperador de língua presa (que provoca gargalhadas até no seu séquito), as cenas no mercado (o vendedor, o ex-leproso, os profetas etc.) e, é claro, a discussão no coliseu que era mais ou menos assim:
- Nós não éramos a Frente do Povo Judeu?
- Não. Nós somos a Frente Judaica do Povo! Frente do Povo Judeu... (resmungando)
- Eu quero ter filhos... (um cara dizendo que queria ser mãe e chamar-se Loreta)
- Você não pode ter crianças! Você é um homem, ora essa!
- Ah, não me desanime!
Tudo isso, enquanto Brian vendia orelhas de camelo, cérebro de cotovia e outras iguarias ao público presente para assistir o massacre na arena.
Para terminar , não posso deixar de mencionar a cena final, onde os inocentes vão parar na cruz, deixam de ser salvos pelos kamikazes (!), mas não perdem o bom-humor e cantam (e assoviam resignadamente) a canção "Olhe Sempre Pro Lado Bom da Vida".
Quem nunca assistiu, não sabe o que está perdendo!

sábado, agosto 28, 2004

Uma Real Manifestação de Poder !

Imagine um imenso cenário descampado como em O Senhor dos Anéis que, aos poucos, vai sendo ocupado por umas 14 milhões de pessoas, cujo ponto em comum é serem vocalistas... Agora imagine que estas param em frente a um minúsculo palco, onde está um sujeito baixinho e de idade já avançada, acompanhado de sua bandinha de rock com um paredão de amplificadores Marshall no fundo. Quando a mesma banda começa a tocar e o tal sujeito solta sua voz poderosa, o efeito é tremenda e impressionantemente devastador!!!!!!!!!
" Sing me a song, you're a singer..."
Sabe aquela cena em que o Barbárvore sai varrendo as hordas inimigas no filme supra-citado? Pois bem; a voz de Ronnie James Dio é in-fi-ni-ta-men-te mais devastadora do que aquilo!!!
Sem exagero, quem ainda não ouviu o baixinho ao vivo e a cores, simplesmente NUNCA ouviu alguém cantar de verdade! O cara não é humano, ele é, como o próprio nome sugere : DIO!!!
Acabei de chegar do show no Claro Hall, com a nítida sensação de que havia experimentado algo semelhante à explosão primordial que formou o nosso universo e deu origem às galáxias e tudo que nós conhecemos (e ainda não)!
"I see the rainbow rising in the horizon!"
O que posso dizer para expressar o que se sente nessa hora: Dio é FODA!!!!!!!! Ele mandou um petardo após o outro: Don't Talk to Strangers (linda!), Stargazer (O Poder!), Heaven & Hell (Puta que Pariu!) , Rainbow in the Dark (Caralho!), The Gates of Babilon (Vai-te à merda!), The Last in Line ( Vai piiiii no olho do seu piii!!!), Neon Knights (Nem precisava pedir!), Holy Diver (Foooooda-se!), Rock And Roll Children (Somos nós, meu camarada!), Long Live Rock And Roll (Se mata!) e mais uma porrada de clássicos do Rainbow, Black Sabbath e, lógico, da excelente carreira solo. Só foi tocada UMA música do novo disco! Quer mais respeito com o público do que dar a ele tudo o que ele pede e quer ouvir?
"We made the mountain shake!"
Só pra se ter uma idéia: Ozzy, mesmo esclerosado, bateu calorosas palmas. Rob Halford, Eric Adams e Bruce Dickinson se ajoelharam em atitude de reverência. Tony Martin, Warrel Dane e Mike Kiske ficaram completamente petrificados! King Diamond foi arremessado com toda força para trás e saiu correndo e chamando "mamãehe!"!!! Never, never, never...
Se eu tivesse dúvidas de que o elfo era um dos melhores de todos os tempos, não só no Rock, mas na música em geral, as mesmas se dissipariam de vez após esse show...
A voz do cara pode ser considerada uma força da Natureza!
E ele nem precisa das Marshall para demolir com tudo!!!

quinta-feira, agosto 26, 2004

Tradução Simultânea !!!

Atendendo a pedidos, este é o meu primeiro post com tecla SAP! Apresento a vocês uma pequena amostra do meu próximo livro didático, contendo o revolucionário método de ensino instantâneo de línguas . No demonstrativo, exclusiva aula de Inglês Básico para Bárbaros que Pretendem Invadir a Grã-Bretanha :
...................................................................................
(cena de duas amigas se encontrando no corredor do prédio)
- So, what’s happening, hum? ......(Sô, o que está te deixando infeliz?)
- Between. ........ (Entre.)
- Dear, it’s too late ! ........ (Cara, é muito leite!)
- Never mind ! ........ (Nunca minta!)
- Can you hear me? ........ (Você pode rir de mim...)
- Here I am! ........ (Rir, eu, hein?!)

(mostrando uma foto)
- This is my son. ........ (Este aqui é maçon.)
- Humm, he’s tall !! ........ (Humm, ele é o tal !!)
- Now, the boy is behind the door... ....... ( O boi agora está berrando de dor...)
- Listening to that surf music! .....(Ouvindo música de dor de corno!) (surf = sofrer)
- I understand. Let me try ... .......... (Eu compreendo. Quando alguém me trai...)

(Ela vai ao encontro do jovem para uma conversa rápida)
- Smedley, you’re not alone! ............. (Seu merda, você não está na lona!)
- If you failed... ........... (Se você é feio...)
- Go ahead! ........... (Gol de cabeça!)
- Remember: Once more! ......... (Lembra onde cê mora?)
- I care a lot. ........ (Eu quero um lote.)
- What time is it? ............. (Que time é teu?)
- Fifteen past one. .......... (XV de Jaú)
- I’m really sorry. I have to go. ....... (Sorria! Eu ralei, e agora tenho 2 gols!)

(despedida)
- I know what's up ! ........... (Ai, só um Dan Up!)
- Can you tell me? ............ (Você pode me telefonar?)
- Of course! Tomorrow. ............ (Sim! Amanhã, após o término do curso!)
- Goodbye! ............. (Boas compras!)
- (Kiss) ............ (Banda de rock pesado)

segunda-feira, agosto 23, 2004

Enquanto isso, longe do Olympo...

Ave, César! Arre, égua! O Parthenon de Athenas cheirava menos a mofo do que as idéias dos nossos senadores. Até mesmo Nero (não o queimador de cd's) teria recebido um balde de água fria desta corja de vetustos dementes e vis. Saudades da acrópole, onde , em sua praça, outrora, em meio ao comércio, discutia-se Direitos e Deveres entre amigos. Hodiernamente, vêem-se alguns no direito de comercializar os próprios amigos!!!Hárpias, Fúrias e Górgonas dançam livres através da imensa ágora.
Vãs quimeras se criaram na ânsia de obter-se o auxílio dos Deuses, mas, qual! Estavam Eles ocupados demais em suas bacanais, mergulhados em vinho e toda espécie de carne. A Aurora de róseos dedos já cansada de, a cada novo alvorecer, vislumbrar o produto de nossas ocupações noturnas (antes permanecessem ocultas até o crepúsculo) anseia ardentemente por longas férias de Heliópolis. Quem sabe, visitar mais o Pólo Norte, já que, por estas plagas, há muito nós perdemos nossas bússolas !!!
Comei, pois, o manjar que Plutão amassou, massa disforme agora esparramada pelo chão (tal batatinha quando nasce, porém, um pouco menos poética)! Heróis olímpicos, voltai seus olhos para os cães de Hades que, aqui e em outros cantos, perseguem mais que medalhas, tudo o que nem mesmo conquistamos! Não convém esperar ter a mesma sorte do industrioso Ulysses que, após anos de provas e aventuras, logrou êxito em rever seu reino e sua amada incólumes...
Zeus nos livre!!!

sábado, agosto 21, 2004

See me, feel me, touch me...

Como um cego de nascença, que não conhece as cores e diz: a beleza não existe, assim como os lábios que nunca beijei, pois jamais os vi ou senti !!!; assim são os cientistas que só acreditam naquilo que os seus instrumentos conseguem registrar.
Conheço alguns médicos que somente são capazes de sentir seu próprio coração usando um estetoscópio!

Não creio que algum deles já tenha ouvido Kitaro!

Não é lógico, mas ...

Um dos personagens mais famosos da ficção científica (e o mais popular da série Star Trek), o Sr. Spock é um alienígena meio vulcano e meio humano, de orelhas pontudas, mente aguçada, extremamente racional e com um coração (bom, ele tem um!).Em um dos episódios mais lembrados pelos fãs, "Tempo de Loucura", Spock vê-se na, para ele constragedora, época de acasalamento vulcana. Para alguém tão lógico, frio e normalmente equilibrado não é agradável perder o controle como um animal no cio!

Voltando ao seu planeta na companhia do capitão Kirk e do Dr. McCoy, ele deve participar de uma cerimônia, onde, num duelo de morte, o vencedor poderá desposar a bela T'Pring. Esta escolhe Kirk, melhor amigo de Spock, para enfrentá-lo até a morte.
O combate é difícil para ambos, mas o vulcano vence e o capitão tomba aparentemente sem vida (graças a um truque do Dr. McCoy).Encurtando a história, T'Pring acaba ficando com outro vulcano, Stonn e Spock lhe pede a explicação. Ela diz que aquele seria mais fácil de ser controlado. Se Kirk tivesse vencido não iria querer sua mão, e ela teria Stonn. Spock vencendo, também não iria, pela forma como foi atirado ao combate contra seu melhor amigo e,de novo, ela teria Stonn.
Satisfeito com a explicação bastante lógica, Spock prepara-se para voltar à nave com os companheiros, mas, antes, fala (talvez, usando seu lado humano) a Stonn:"...Ela é sua. Depois de algum tempo, vai perceber que ter não é tão satisfatório quanto querer. Não é lógico, mas, às vezes é verdade..."
Em determinado momento, Spock havia finalmente compreendido. Alguns passam a vida toda sem conseguir fazê-lo.
Vida longa e próspera !!!

quinta-feira, agosto 19, 2004

Ravena em Woodstock!!!

Mais um registro histórico! A passagem do Ravena pelo maior festival de rock de todos os tempos e que está fazendo aniversário esta semana!!!


Janis levando um papo maneiro com o Felipe!

Seção: Antes e depois

Quem diria, o Leão, Rei da Selva, resolveu adequar-se aos novos tempos em que os machos da espécie estão se conciliando com a vaidade, fez chapinha e renovou sua imagem!!!

Caetano logo que viu a foto (feita pelo fotógrafo Michael Meneses)disparou :"Sempre gostei muito de te ver leãozinho... Quem dirá agora!!!" (rsrs...reconheço que essa foi pra implicar com o Filipensses!)

domingo, agosto 15, 2004

Uma Estranha Realidade

Carlos Castañeda era um antropólogo de origem discutida (não se sabia se era peruano, brasileiro ou americano - uma das características de um feiticeiro é apagar sua história pessoal ). O fato é que ele escreveu menos de uma dezena de livros contando sobre a sua experiência no campo do xamanismo, que lhe renderam sucesso mundial. Os livros, escritos na primeira pessoa, como um diário, narram seu aprendizado com o feiticeiro Dom Juan (nome fictício), um índio Iaqui que lhe dá as coordenadas para romper com a sua velha visão do mundo e penetrar num universo fantástico (mas, aparentemente, tão real quanto o nosso). Parar o diálogo interno, conhecer o Nagual e o Tonal, aprender a arte da Espreita, entre outras coisas, fazem parte do Caminho do Guerreiro e são alguns dos conceitos que "A Erva Do Diabo" e os escritos subseqüentes trazem.
Durante toda a leitura da obra de Castañeda, você se pergunta se aquilo aconteceu mesmo ou é fruto de uma mente muito fértil. Encontros com seres invisíveis, sobrenaturais, experiências de voar nas asas do Intento, contatos com formas de energias dignas de um "Além da Imaginação", tudo leva a crer nesta última alternativa. Mas, é aí que está a graça da coisa na minha opinião. Nossa mente ocidental cético-cristã, normalmente se recusa a aceitar o Místico ao seu redor, a magia em todas as coisas.
Mas, não dá pra deixar de achar fabulosa a idéia que permeia toda a obra do enigmático escritor: O mundo é energia aglutinada e os Homens (e Mulheres) de Conhecimento (feiticeiros) têm a capacidade, após seguirem determinados passos, de visualizar, manipular e até mesmo modificar as energias que constroem o chamado "Mundo Real". Nesse sentido, a realidade que enxergamos é exatamente aquilo que nós projetamos com o acúmulo da energia de toda a humanidade!
Isso vai sendo esclarecido ao longo da trajetória de Carlos nos estudos das ervas (inicialmente), objetos de poder etc. até o ápice em "A Arte do Sonhar", onde ele acaba visitando um mundo totalmente criado pela feitiçaria e que quase o esmaga por completo!
Mas, não vou estragar as surpresas da eventual leitura dos livros deste ótimo autor. Deixo aqui registrado apenas, o prazer que tive em descobrir esse extraordinário universo e que, no mínimo, conduz à reflexão do que somos e qual nosso propósito nessa esfera planetária!!

Aceitar o Inexplicável em nossas vidas é uma das tarefas de um verdadeiro Guerreiro para, então, Transcender as portas que nos separam de ... ?

sábado, agosto 14, 2004

Porque o Brasil pertence ao Terceiro Mundo - parte 2

Quem começou essa lista foi o nosso amigo Filipensses e eu estou (após sugestão do mesmo) dando continuidade. Pra quem não teve a oportunidade de ler, a parte 1 está no Barroso (é só clicar no link ao lado)!
Continuação:
  • Os Trapalhões são os nossos Irmãos Marx
  • Casseta e Planeta é o nosso Monty Python
  • Gentileza é o nosso Camões
  • Preta Gil é a nossa Beyonce
  • Mário Fofoca é o nosso Sherlock Holmes
  • Tarcísio Meira é o nosso Marlon Brando
  • “Quem Sabe Canta, Quem Não Sabe, Dança” é o nosso American Idol
  • Globo Repórter é o nosso Discovery Channel
  • O relógio da Central do Brasil é o nosso Big Ben
  • Jackson Antunes é o nosso Charles Bronson
  • Beto Carreiro é o nosso Lone Ranger
  • Guaraná Convenção é a nossa Coca-Cola
  • Rita Cadillac é a nossa Cicciolina
  • Lula é o nosso Fidel Castro
  • Fernando Gabeira é o nosso Che Guevara
  • O Povo é o nosso New York Times
  • A Praça é Nossa é o nosso Saturday Night Live
  • “Macunaíma – O Herói Sem Nenhum Caráter” é o nosso Superman
  • Bambuluá é o nosso Power Rangers
  • Canarinho é o nosso Eddie Murphy
  • O Rouge são as nossas Spice Girls
  • O Broz é o nosso Boys2Men
  • Clip-Clip é a nossa MTV
  • Linha Direta é o nosso Justiça Final
  • Zeca Baleiro é o nosso John Lennon
  • A Casa dos Artistas é o nosso Os Osbournes
  • Big Brother Brasil é o nosso ... Big Brother!
  • Fala Que Eu Te Escuto é o nosso Jimmy Swaggart
  • Robertinho de Recife é o nosso Yngwie Malmsteen
  • Pepeu Gomes é o nosso Steve Vai
  • Edgar Scandurra é o nosso Joe Satriani
  • O Edifício Avenida Central é o nosso Times Square
  • Os grafiteiros da linha do trem são os nossos Da Vinci , Michelangelo, Rafael etc.
  • Angu do Gomes é o nosso Planet Hollywood
  • Tv Animal é o nosso Animal Planet
  • Meu Cunhado é o nosso Friends
  • Monique Evans é a nossa Anna Nicole
  • Noite Afora é o nosso Wild On
  • Alexandre Frota é o nosso Stallone (que também já fez pornô!)
  • “Os 7 Gatinhos” é o nosso “Sete Homens e Um Destino” ou “7 Noivas para 7 Irmãos”
  • Pamonha é o nosso Hot Dog
  • Ângela Ro-Rô é a nossa Janis Joplin
  • O Fusquinha é o nosso Porsche
  • João Roberto Kellly é o nosso Elton John
  • Kelly Key é a nossa Madonna
  • Aguinaldo Timóteo é o nosso Frank Sinatra (na breguice)
  • Zeca Pagodinho é o nosso Frank Sinatra (na manguaça)
  • O parador a Japeri é o nosso trem bala
  • Otávio Mesquita é o nosso Jackass
  • Kleber Bam-bam é o nosso Mikhail Barischnikov
  • MC Serginho é o nosso James Brown
  • Lacraia é o nosso Michael Jackson
  • Ratinho, Wagner Montes, Gugu, João Kleber são apresentadores que não têm igual em nenhuma parte do mundo (felizmente)!!!

sexta-feira, agosto 13, 2004

Entrevista com Van Paulo...

Hoje eu tive o enorme prazer de ser entrevistado (me senti alguém famoso, mas, sumido da mídia já há algum tempo)! Explico. Marco, um amigo meu (que toca na banda carioca chamada Didi Subiu no Cristo) trouxe o pessoal que faz um programa alternativo para uma tv universitária aqui do Rio. O tema girava em torno da coleção de antigos programas, desenhos e seriados das emissoras de televisão. Daí, foi só falar sobre algumas curiosidades relacionadas, como eu comecei a colecionar esse tipo de coisas, etc. Minha sala virou um mini-estúdio de filmagens e, em determinado instante, parecia que eu era um velho ator, cheio de histórias do fundo do baú, falando dos tempos de glória do saudoso Capitão Aza e contando "causos" pitorescos, como o do dia em que um menino mandou o Bozo tomar naquele lugar (e este respondeu que não ia porque era anti-higiênico!).
Dizem que eu fico bem no vídeo... Contudo, não gosto muito de me ver na telinha. Custo a me reconhecer! A não ser fazendo comédia (tipo os clips dos Runs And Gozes! hehe)!!

quarta-feira, agosto 11, 2004

"A mão que afaga...

...é a mesma que apedreja."... Nunca uma verdade tão grande foi dita em poesia ( talvez nem mesmo em prosa )!!!
Assim como Dr. Jekill e Mr. Hyde, o bicho-homem é capaz dos gestos mais sublimes tanto quanto dos mais grotescos. Quem, por exemplo, nunca sofreu uma decepção com o melhor amigo ou com a pessoa em que depositava a maior confiança? Quem respondeu negativamente, provavelmente viveu ainda pouco ou tinha seus olhos vendados no momento exato em que a atitude inesperarada ocorreu...
No meu caso específico, certa vez, me vi em meio à noite mais escura de minha vida e, tudo que obtive de alguém que se encaixa na descrição acima foram palavras tão devastadoras quanto uma bomba nuclear ( tem gente que diz: "o que eu posso fazer?" como quem diz : "foda-se!"). E, naquela ocasião, a noite mais escura se juntou ao dia mais sombrio. O ocorrido me mostrou que ninguém é o que a gente pensa que é, e, dali por diante, não haveriam mais pessoas "especiais" para mim, justamente porque TODOS somos especiais! Como também todos somos falíveis, perdoei de coração aquelas palavras (como sempre faço); mas, desde então, estes versos passsaram a ter um significado diferente pra mim:
Versos Íntimos (Augusto dos Anjos)

Vês?! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a ingratidão - esta pantera -
Foi tua companheira inseparável!

Acostuma-te à lama que te espera!
O homem que, nesta terra miserável,
Mora entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.

Se a alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!


Toda noite, peço em minhas orações que jamais te faça chorar, mesmo sendo capaz. Pois como o escorpião que deve picar até quem o ajuda, faz parte da nossa natureza ser imprevisíveis...

domingo, agosto 08, 2004

Haveriam enigmas contraproducentes?

Filosofando um pouco...O simples fato de nos questionarmos sobre algum mistério profundo (ou mesmo simples) já não justificaria a sua existência? Explico. Se, após nos concentrarmos por horas, ou durante o tempo que for,em busca de respostas para a questão que nos aflige, damo-nos conta de que foi tudo em vão, uma perda de tempo, o fato mesmo de elaborarmos em torno daquilo não seria, ainda assim, um passo adiante? "Perder tempo" pensando e refletindo sobre isso e não sobre aquilo outro, não é inferir que, pelo menos, já conseguimos distinguir o que é mais importante? Pode o filósofo prescindir do banal, do trivial? Seria, afinal, mais importante o cinema do que o próprio filme? Talvez um dia percebamos que todas as fases pelas quais passamos são ou foram importantes (vejam bem, não estou dizendo imprescindíveis). E que não existe coisa alguma que seja inútil em si, apenas há pessoas que não encontram utilidade para elas. Pensando assim, passamos a contar mais com nossa criatividade e menos com o senso comum do que é prático e do que é descartável.
Questões erradas, às vezes, conduzem a respostas certas...

sábado, agosto 07, 2004

Superando obstáculos !!!

Todo mundo tem um "Super" dentro de si (no bom sentido, claro!).Mas, antes que algum engraçadinho (ou engraçadinha rsrs...) comente, vou logo dizendo, menos eu (o quê, o quê, o quê !?)!!! Agora falando sério, agradeço de coração a todos que freqüentam este blog por serem super gente-fina, super-amigos e, enfim, super-hiper-duper!!! Essa semana foi um tanto difícil de muitas maneiras, não só pra mim como para muitas pessoas queridas ao redor; assim como foi de renovação de esperanças para outros tantos e, dessa forma, seguimos em frente. Mas, o que seria de nós sem os amigos? Às vezes, lidamos com a vida como se ela fosse uma longa e solitária corrida em direção ao pódio na base do cada um por si. Contudo, se a encaramos como um grande revezamento, com cada um passando o bastão para o outro (lá vem vocês maldando de novo...) então, a coisa adquire um novo prisma. Como dizia a canção: "Todos juntos somos fortes, somos flecha e somos arco/todos nós no mesmo barco não há nada pra temer!!!" Abração para todos os novos e velhos amigos!!!!!
Para o alto e avante!!!

quinta-feira, agosto 05, 2004

A Fantástica Fábrica de Chocolate

Para desopilar o fígado, só mesmo relembrando este filme clássico da Sessão da Tarde! Quem não conhece a história do menino Charlie, que sonha em dar uma vida melhor para a mãe e os avós e, de quebra, achar o cupom dourado que o levará à maravilhosa fábrica de chocolates do Sr. Willie Wonka? O filme é repleto de tipos engraçados e memoráveis canções e cenas. Com uma boa dose de humor-negro, tanto as crianças quanto os adultos são mostrados com suas manias e neuroses: desde o menino comilão até a filhinha de papai, que obriga o seu velho a mandar os funcionários a abrirem todas as barras de chocolate em busca do cupom, passando pelos impagáveis anões Umpa-Lumpas que a toda hora cantam aquela musiquinha (Dumpa, dumpa, dumpa-di-di...)!!!
Lembro de me emocionar em certas cenas, como quando Joe, o avô do garoto , diz: "Você tem mais chances... Por que você quer mais que qualquer um!!" Ou então, quando Wonka pergunta: "Sabe o que aconteceu com um homem que finalmente conseguiu tudo o que sempre quis?" (num tom de suspense)... para em seguida responder sorrindo "Ele viveu feliz para sempre!!"
Sem esconder uma forte crítica social, com direito a moral da história - Charlie quase perde tudo ao reter uma das guloseimas secretas consigo, mas se arrepende a tempo- é um filme que, apesar das inúmeras reprises ao longo dos anos (o filme é de 71), mantém o seu encanto.


Esse Umpa-Lumpa embaixo à direita não parece com o Michael?

terça-feira, agosto 03, 2004

Homem Primata

Hoje estou meio down! Meu amor sofreu um assalto à mão armada. Levaram seu celular, dinheiro, cartões, o tarô preferido... Cada dia que passa, percebo que somos pouco mais que selvagens; e a distância que nos separa do homem das cavernas é menor do que a que separa um verme de uma bactéria!!! Mas, ainda assim, continuo acreditando que desejar o mal para outrem não conduz a nada. Recuperar um bem perdido é até fácil. Difícil é perdoar, compreender, não contra-atacar. Mais difícil ainda é a humanidade dar um passo adiante sem violência, sem covardia e derramamento de sangue. Lamento por todos nós enquanto lembro e constato a verdade contida nas letras: "Desde os primórdios até hoje me dia, o homem ainda faz o que o macaco fazia..." e ainda "...nos deram espelhos e vimos um mundo doente!!!"