sexta-feira, outubro 22, 2004

Uma canção

Na verdade, é "A Canção" da banda de progressivo italiano Le Orme na minha modesta opinião. O lirismo do início, cuja cama é feita pelo som de um melodioso teclado, e que descreve o ambiente sufocante da cidade grande, parece ecoar na solidão da metrópole, e vai ganhando velocidade em crescente tensão até a quebra da mesma com a intervenção de baixo e bateria. Após uma longa e caótica digressão sonora, a resolução se dá com uma volta ao tema principal em ritmo acelerado até um desfecho que não podemos antever, apenas imaginar.
Poesia sobre o concreto!