sábado, fevereiro 26, 2005

A dor do "parto"

Como todos já devem estar sabendo, agora é a vez de outra amiga se despedir: Drika Scannell (tb conhecida como a garota dos pés que dançam sozinhos) !!! Mas, assim como a Bruna voltou, sei que um dia ela chegará em frente ao portão e o cachorro lhe sorrirá latindo e vai cantar: "Eu voltei , agora pra ficar! Por que aqui , aqui é meu lugar!" huahuahua
Maninha , não sei se vc vai chegar a conferir essa post, pois tinha me dito que viajava no sábado, mas deixo aqui, como registro, os meus votos de sucesso nessa nova etapa da sua vida!
Um grande beijo gelado pra você, não abandone o blog e o flog e mantenha sempre contato, ok?

terça-feira, fevereiro 22, 2005

Relacionamentos perfeitos

Os 5 segredos para um relacionamento perfeito são os seguintes:
**********************************************************
1 ) É importante encontrar uma mulher que tenha um bom emprego;
2 ) Importante também encontrar uma mulher que faça você rir;
3 ) É importante encontrar uma mulher que seja responsável e não minta;
4 ) Importante encontrar um mulher boa de cama e que ame fazer sexo com você; e, por último, mas não menos importante ...
5 ) É extremamente importante que estas quatro mulheres jamais se encontrem!!!!

quinta-feira, fevereiro 17, 2005

Nada tão novo de novo

Entra ano e sai ano, as turmas formadas em todos os recônditos desse imenso rincão, parecem seguir o mesmo destino: o de se dividirem nas chamadas "panelinhas".
Na minha primeira semana (pra não dizer, logo no 1º dia) de aula na faculdade, as primeiras já surgiram. Vamos ver no que dá...
Além disso, minha turma é formada , em sua maioria, por mulheres. Vamos ver no que dá (no bom sentido, claro)! Normal, as mulheres estão buscando seu merecido lugar ao sol e correndo atrás do mercado de trabalho. Dou o maior apoio, desde que não usem de revanchismo tacanho, querendo dar o troco nos homens, em nome de um revide aos machistas.
Fiquei com um pouco de pena do cara que, ao ser perguntado pelo motivo pelo qual tinha optado pelo Direito, respondeu que estava ali obrigado pela família. Mas tenho certeza de que ele ainda resolve essa!
Apesar de ter recebido isenção, estou estudando mais uma vez, filosofia, sociologia e outras disciplinas. Com grande prazer, diga-se de passagem.
Acho que tenho cara de quem sabe alguma coisa pois, todos os professores me fizeram as perguntas iniciais. E olha que eu nem sento lá no gargarejo... Será que eu pareço inteligente? (uma amiga lá do trabalho já disse que não é esse o caso, pois , obviamente, não me encaixo no perfil...) huahuahua
No mais, uma eternidade que, dizem, passa rápido. Seja como for, estou na área, se derrubar, vcs já sabem!
Nas caixas de som: Down the Road (Kansas)

quarta-feira, fevereiro 16, 2005

Ela está de volta ! ! !

É com imenso prazer que informo a volta, após longa viagem, de nossa querida Bruna. Seja bem-vinda mais uma vez! Estou certo de que voltou com o rei na barriga, mas tudo certo...
Esplêndido, pois é mais um motivo pra eu tomar vergonha na cara e postar aqui com mais regularidade, aproveitando a presença da crítica mais ferrenha e mordaz de minha psique e suas (quero dizer, minhas) esquisitices!
Como agora estou com msn, ficará mais fácil para nós duelarmos um pouco no xadrez. Aliás, o Felipensses nunca está on line (ele que tanto me perturbou pra abrir uma conta lá).
Bruna, metida ou não, você é o que há!
Pronto, estraguei você de vez! rsrs

quinta-feira, fevereiro 10, 2005

Reminiscências do Carnagali

Pra quem não sabe, Carnagali é o carnaval do Bairro Magali. Pra quem não sabe também, lá o que mais tem é figura. Muita gente estranha, esquisita, sem noção etc.
Por falar em sem noção. O nosso amigo Anderson, mais conhecido pela alcunha de Pelezão, resolveu dar em cima da Daniela, a prima maluca da Viviane (minha namorada). E o cara, que é o maior figura, me chamou pra perguntar quem era a gata e pediu pra botar na fita do "pelezão 3ª edição"!!! Quaquaquá!
Bem que eu tentei ajudar, mas a Daniela é maluca, mas nem tanto assim! Estou brincando, o cara até que é gente fina. Pelo menos fez ela rir um pouco neste carnaval...
Pra quem quiser saber mais um pouco do que rolou, é só visitar o Barroso e o Mala-Sem-Alça. Com direito à musiquinha das bichinhas...
E acabou que não consegui, pela milésima vez, assistir ao filme Cidadão Kane. Acho que é uma mardição malígrina de Bento Carneiro ( o vampiro brasileiro). Mas eu não desisto fácil, não. Até o final da minha existência vou terminar de ver o raio deste filme!

domingo, fevereiro 06, 2005

Pula a fogueira, Ia-iá

Ops! Isso é música de festa junina. Mas, o alto teor alcoólico nas idéias é capaz de fazer a gente confundir marchinha de carnaval com som de quadrilha. A verdade é que, como todo ano tocam sempre aquelas mesmas músicas, só o nossos pés sabem o que realmente está rolando nas caixas de som (a Drika deve entender o que é isso, já que seus pés dançam sozinhos). Eu, pelo menos, ligo no automático e caio na folia. Não adianta, como curtidor de rock e outros estilos com arranjos mais elaborados, acho que música de carnaval é só pra diversão e catarse (de preferência, junto de quem se gosta), entrando por um ouvido e saindo pelo outro como se fosse música de elevador .
Como a chuva estragou meus planos de ir acampar, eu e Viviane vamos atrás do trio elétrico. Mas, antes da noite cair, vamos ver uns filmes. Já está na boca do vídeo um clássico dos clássicos: Cidadão Kane (de Orson Welles). Será que vou conseguir assistir sem pegar no sono? (o filme é em preto e branco, com legendas e de longa duração). Depois eu digo se logrei êxito nessa empreitada.
E logo mais, tem anarriê e anarrierinho... Putz! Errei de novo!

quinta-feira, fevereiro 03, 2005

Começando com o pé... Direito !

A essa altura vcs já devem estar inteirados de que este seu amigo se meteu a enfrentar mais uma faculdade. É , dessa vez, vou tentar fazer Direito. Não que eu não fizesse antes, mas agora é oficial. E se alguém vier com aquela piada que é só pra receber o canudo vai ter, falei?
Mas o título, além de um trocadilho infame, é uma alusão irônica ao fato de que eu comecei com o pé direito, apenas porque não podia tirá-lo para começar (hahá , muito boa essa)!
Como eu sou pobre de marré de si (e de mim também), só me propus a fazer este curso porque, tendo já um diploma, eu tenho direito a 50% de desconto na mensalidade, além, logicamente, de ser importante pra área em que atuo.
Acontece que nenhum f.d.p. me avisou que todo mês de janeiro a mensalidade vem integral. Então , qual não foi o meu susto ao chegar em casa ,receber o boleto bancário e verificar que não teria de pagar apenas meio trilhão de reais , porém, Hum Trilhão de Reais!!! Quase caí pra trás. Caí mesmo. Tava cansado do trabalho, fui dormir pra no dia seguinte acordar cedo e enfrentar aquela maratona lá no setor financeiro da faculdade.
O problema era que, além de ter recebido a mensalidade integral, o boleto tinha chegado no dia do vencimento (o que significava que eu perdera o desconto de meio bilhão de reais). Expliquei a situação à moça (não sei se era, chamei de moça só por educação e ela me disse que teria de preencher um formulário de solicitação pra fulano de tal avaliar a minha situação: "-Senhor, o senhor escreve aí o que o senhor (pára de me chamar de senhor, porra, moça que já não é tão moça assim) Acha (friso meu e dela) que está errado e o prof. Fulano de Tal vai ver o que pode fazer..." "-E quando eu volto?" "-Ah, isso demora uns quatro dias!" (justamente o tempo de acabar o prazo para o segundo desconto de um quarto de bilhão de reais)!
Voltei hoje pela manhã, antes do prazo que ela me deu (que eu sou pobre mas não sou besta ) e a outra moça (que não deve ser moça faz tempo) disse que ainda não tinha uma resposta, pra que eu voltasse pra Tentar falar com o prof. Fulano de Tal pessoalmente.
Voltei mais tarde depois do serviço, encontrei o tal Fulano de Tal e me pus (e digo pus, porque já tava com nojo daquilo tudo) a explicar a situação toda. Que já havia pago uma primeira parcela no valor de 50 % e que não fazia sentido receber uma segunda integral. "-Você já preencheu o formulário tal?" "-Já, prof. Milhares de vezes!" Daí ele falou que, na verdade, a pessoa havia cobrado erradamente aquela primeira parcela com desconto! Quáquáquá!
Mas, daí que uma boa alma resolveu olhar no sistema, enquanto eu preenchia mais um formulário de solicitação e constatou que havia sido uma falha deles mesmo e ficou tudo resolvido. Paguei meu meio trilhão de reais apenas e voltei satisfeito pra casa (pois, além de garantir o desconto, não teria de preencher mais nenhum maldito formulário de solicitação de coisa alguma).
Vida de universotário é fogo (não digo que é foda, porque se assim fosse, até que seria boa)!