quinta-feira, fevereiro 17, 2005

Nada tão novo de novo

Entra ano e sai ano, as turmas formadas em todos os recônditos desse imenso rincão, parecem seguir o mesmo destino: o de se dividirem nas chamadas "panelinhas".
Na minha primeira semana (pra não dizer, logo no 1º dia) de aula na faculdade, as primeiras já surgiram. Vamos ver no que dá...
Além disso, minha turma é formada , em sua maioria, por mulheres. Vamos ver no que dá (no bom sentido, claro)! Normal, as mulheres estão buscando seu merecido lugar ao sol e correndo atrás do mercado de trabalho. Dou o maior apoio, desde que não usem de revanchismo tacanho, querendo dar o troco nos homens, em nome de um revide aos machistas.
Fiquei com um pouco de pena do cara que, ao ser perguntado pelo motivo pelo qual tinha optado pelo Direito, respondeu que estava ali obrigado pela família. Mas tenho certeza de que ele ainda resolve essa!
Apesar de ter recebido isenção, estou estudando mais uma vez, filosofia, sociologia e outras disciplinas. Com grande prazer, diga-se de passagem.
Acho que tenho cara de quem sabe alguma coisa pois, todos os professores me fizeram as perguntas iniciais. E olha que eu nem sento lá no gargarejo... Será que eu pareço inteligente? (uma amiga lá do trabalho já disse que não é esse o caso, pois , obviamente, não me encaixo no perfil...) huahuahua
No mais, uma eternidade que, dizem, passa rápido. Seja como for, estou na área, se derrubar, vcs já sabem!
Nas caixas de som: Down the Road (Kansas)