domingo, abril 23, 2006

Curriculum Vitae

Bom, conforme prometi eis aí o meu post em resposta ao jogo iniciado pelo nosso amigo, fotógrafo, jornalista e maluco de plantão, Michael Meneses:

Locais onde viveu:
Rio de Janeiro/RJ – início dos tempos até os dias de hoje –
1º) Em uma casa próxima onde mora o nosso caro amigo Filipensses.
2°) Em quatro casas da rua em que moro atualmente. Das quais guardo de lembrança:
Casa a) – Minha batalha contra uma enorme caranguejeira – que, felizmente, culminou na morte da mesma e não da minha.
Casa b) – Os tempos de Vila Sésamo e de um clip com a versão do Submarino Amarelo.
Casa c) – Brincando com um Falcon escafandrista. // Clube do Capitão Aza.// O enterro de Elvis Presley televisionado.
Casa d) – A primeira vez de uma porrada de coisas que não vêm ao caso agora... rsrs

Alguns dos empregos que tive na vida:
Feirante – comecei a trabalhar com meu pai pra descolar uns trocados e comprar quadrinhos.

Ajudante de mudanças- já carreguei uma casa inteira sobre os ombros. Coisa pra Atlas.

Ajudante de pedreiro- já fui pego diversas vezes com a mão na massa.

Segurança de casa de espetáculos- botei muito malandro pulador de muro pra fora

Distribuidor de panfletos- para a mesma casa em que fazia bico de segurança.

Professor de música- longa vida ao rock e boa música em geral.

Pintor- muitas paredes e portões tem as marcas dos meus dedos (não, não pixei nenhum deles)

Ilustrador de capas de discos- O que me deu mais orgulho foi uma capa para o Iron Maiden no Rock in Rio I

Desenhista- trampei para duas editoras pequenas na área de histórias em quadrinhos.

Arte-finalista de Histórias em Quadrinhos- ao contrário do que muitos pensam. Não é a mesma coisa que desenhar.

Professor de desenho artístico- a arte não é tudo, mas siginifica muito.

Radialista- trabalhei por uns 3 anos como apresentador em rádio comunitária (inclusive dividindo algum tempo com o Michael a tarefa).

Agente Censitário do IBGE- que loucura que era aquilo. Vocês não têm noção.

Filmes que poderia rever:
A Fantástica Fábrica de Chocolates - Adoro esse filme (a versão dos anos 70) e não canso de assisti-lo.

Hair – um filme que fala sobre liberdade e escolhas. A trilha é primorosa.

A Ilha das Flores – É um curta do qual já falei aqui antes e uma das coisa mais brilhantes que já vi na vida.

O Exterminador do Futuro – assisti umas 40 vezes ou mais. E não me cansei.

Séries e desenhos de TV bons de rever:
Sou suspeito pra falar... – Sou saudosista de carteirinha. Gostaria de rever 80% da programação dos anos 70/80: Sitio do Pica-Pau Amarelo, Super-Herói Americano, Krofft, O Super Show, Gemini Man, Lancelot Link, O Homem de 6 Milhões De Dólares, o Elo Perdido, Além da Imaginação, Os Monkeys, Patrulha Estelar, Ésper, clássicos da Hannah-Barbera e tudo que passava no Capitão Aza e na Sessão Desenho da antiga TVS.

Álbuns que adoro:

The Delicate Sound of Thunder- Pink Floyd

Quase todos do Genesis - na fase Peter Gabriel

Marching Out- do Malmsteen’s Rising Force

Mind’s Eye – Vinnie Moore

Passion and Warfare – Steve Vai

Sítio do Pica-Pau Amarelo volumes 1 e 2 – que coisa boa ser criança naquele tempo, cumpadi!